Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Ministro da Justiça condena atos de violência em protestos contra aumento de passagem em SP!

Ministro da Justiça condena atos de violência em protestos contra aumento de passagem em São Paulo

12/06/2013 - 13h30 - Repórter da Agência Brasil

Brasília - O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, condenou hoje (12) os atos de violência praticados, em São Paulo, por manifestantes contrários ao reajuste dos preços das passagens dos transportes públicos. “É um absurdo. Não é assim que se vai conseguir qualquer reivindicação. Vivemos em uma democracia”, disse Cardozo, depois de reunião com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

O ministro ponderou que a sociedade tem o direito de reivindicar, mas sem usar de vandalismo. “É legítimo que as pessoas expressem suas opiniões, mas nunca com violência, com atos de vandalismo. Temos um Estado Democrático de Direito e temos que aprender a conviver nesse espaço. Não é com vandalismo que vamos conseguir chegar a resultados positivos dentro daquilo que queremos”, argumentou o ministro.
Ontem (11) – terceiro dia de protestos contra o aumento da passagem, que passou de R$ 3 para R$ 3,20 no último dia 2 – 17 pessoas foram presas, durante uma manifestação à noite. Seis delas, encaminhadas ao 78º Distrito Policial (DP), foram liberadas por terem cometido atos de menor gravidade, como pichação, desacato a autoridade e obstrução de vias.
O Movimento Passe Livre, que organiza os protestos, programou duas manifestações na semana passada, nas quais também ocorreram confrontos com a polícia. Um novo ato está marcado para amanhã (13).

Edição: Lílian Beraldo

Link:


Meu Comentário!

Chega de baderna, vandalismo e violência! - por Marcos Doniseti!

Movimentos reivindicatórios são justos e legítimos, mas quando promovem baderna e vandalismo eles perdem a razão de existir. 

E aposto que está cheio de agentes infiltrados, de extrema-direita, neste tal de 'Movimento Passe Livre'. 

Antes dos Golpes de Estado de 1964, no Brasil, e de 1973, no Chile, tivemos inúmeros casos deste tipo. Os resultados foram Golpes de Estado vitoriosos, que contaram, sim, com expressivo apoio popular num primeiro momento em que as pessoas estavam cansadas do fato de que inúmeros movimentos reivindicatórios começaram a desembocar em casos de baderna e vandalismo.

Não duvida nada que o mesmo processo esteja começando agora. 

Por isso, é mais do que correta a ação do Ministro da Justiça em pedir para a Polícia Federal investigar esses casos recentes envolvendo o Movimento Passe Livre.

Que se descubra quem são os responsáveis por esse absurdo e que os mesmos respondam pelos seus atos perante a Justiça, pagando por seus crimes. 

Assim, evitaremo de cometer os mesmo erros que ocorreram no Brasil, em 1964, e no Chile, em 1973. 

Ditadura Nunca Mais!

A Democracia e o povo brasileiro agradecem. 



Nenhum comentário: