Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 8 de junho de 2013

O Datafolha foi ruim para Aécio! - por Marcos Doniseti!

O Datafolha foi ruim para Aécio! - por Marcos Doniseti!

Aécio quer defender o governo impopular de FHC em sua campanha presidencial. 
A pesquisa do Datafolha divulgada hoje mostrou que a queda na aprovação do governo Dilma se deu mais em função de expectativas negativas de parte da população sobre o futuro do país e das suas condições de vida e não sobre o que aconteceu no primeiro semestre ou mesmo a respeito do cenário atual do país.

O governo Dilma sofreu um massacre midiático brutal durante mais de cinco meses e mesmo assim o índice de ruim-péssimo oscilou apenas 2 p.p., de 7% para 9%, dentro da margem de erro.

E o Datafolha foi ruim para Aécio. Mesmo com intensa divulgação na Mídia, com direito até a um programa nacional do PSDB no rádio e na TV, ele continua atrás de Marina Silva nas intenções de voto (ele tem 14%, contra 16% de Marina; Dilma aparece com 51% e Eduardo Campos com 6%). 

E olha que a Marina sequer conseguiu assinaturas suficientes para poder criar o seu partido. 

Este é um sinal claro da imensa fraqueza da candidatura tucana.

Eduardo Campos continua com os mesmos 6% das intenções de voto, mesmo tendo sumido da Mídia nos últimos tempos. 

Assim, o eventual desgaste na imagem do governo Dilma, mesmo que parcial, não beneficiou claramente a nenhum dos adversários.  

E isso pode ser um claro sinal de que mesmo um desgaste do governo Dilma não irá gerar o crescimento de outro candidato de forma automática. Somente se o mesmo conseguir ganhar a confiança da população no sentido de que irá conseguir promover o crescimento da economia e melhorar a vida das pessoas é que estas poderão pensar na possibilidade de trocar de governo. 

Mas não há nada no resultado da pesquisa Datafolha que aponte nessa direção, já que Dilma ainda tem 51% das intenções de voto.

Até lá, a presidenta Dilma continuará sendo a grande favorita para vencer a eleição e no primeiro turno. 

Link:

Pesquisa Datafolha de Junho de 2013:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/2013/06/1292099-governo-dilma-tem-57-de-aprovacao-apos-queda-de-8-pontos-diz-datafolha.shtml

Nenhum comentário: