Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 22 de junho de 2013

Vamos protestar, sim, mas não queremos a volta da recessão, do desemprego e da miséria!

Vamos protestar, sim, mas não queremos a volta da 

recessão, do desemprego e da miséria - por Laís Grass 

Possebonn, do Facebook






Continuo afirmando que essas manifestações estão virando uma baderna, estão perdendo a direção. E é óbvio que eu darei uma explicação... Hehehe...

Para começar, tenho que deixar claro que não sou petista (antes que me apedrejem).

Eu votei na Dilma, sim, e votaria de novo (dependendo dos demais candidatos - com certeza seriam os já conhecidos...) e se isso me torna uma “dilmista”, então eu sou com muito orgulho. 


Veja bem, o Brasil cresceu muito e continua crescendo, também sabemos que ninguém vai chegar lá e mudar o país em um dia, ou um mês, ou um ano, etc. 

Ainda mais um país que vinha dos nefastos tempos do FHC, grande sociólogo que, ao se tornar presidente, disse para todos esquecerem as bobagens que tinha escrito... 

Vou direto ao ponto, a primeira manifestação, sobre o aumento da passagem dos transportes, começou em Porto Alegre. Depois o negócio subiu para o sudeste e até aí estava tudo LINDO e com lógica. Mas e agora? O que é isso? “Não é só por vinte centavos”. Claro que é! “Fora Dilma!” Opa...

Encontramos um erro. 


Estão colocando o foco só na Dilma e esquecendo que o maior problema são os deputados, tanto do PT como de outros partidos. Só vejo os reacinhas gritando "fora Dilma", como se o erro fosse todo dela. Se tirarem a Dilma, o Michel vira presidente. Ok, o Michelzinho é genial, é um baita constitucionalista, quem estuda ou estudou Direito, sabe. Mas eu não o acho melhor que ela, apesar de ter contribuído muito para com o Direito Constitucional, escrevendo livros e etc. 

E se a Dilma sair, nas próximas eleições votarão em quem? Aécio? Marina? Serra? Alckmin, vulgo "amiguinho da PM"? Porque no Plínio ninguém vota ou em outro menos conhecidos, isso é FATO.

Eu sou super a favor dos protestos, mas não vejo ninguém tomar partido e ir falar abertamente com algum dirigente ou até mesmo usar a mídia (não para divulgar fotos dos cartazes dos “queridos que estão mudando o país”), expondo claramente o que querem: "OU FAZEM ISSO, OU FAZEMOS AQUILO!!!" 


Ninguém está colocando final nesse capítulo e ele está ficando muito bagunçado. Tri bagunçado... E isso está ridículo. Se 50% sabem o que estão buscando ali no caos, é muito!

E a maior estupidez é essa história de impeachment da Presidenta. 


Ah, fala sério, Zé! Hehehe. 

Os bobões não sabem que o vice se torna presidente... E se tirarem o Temer, sabe quem entra? Sim, o Calheiros! Hahaha. Palmas aos brasileiros geniais!!! Eles não sabem nada disso, está estampado no “o Brasil acordou” deles. 

Não sabia que o meu país estava dormindo, porque eu estou bem acordada e, depois de tanto crescimento em mais ou menos 12 anos, eu também sei que o Brasil está bem ligado. E isso eu tenho como provar!!!


Destaca-se:


Ações do governo DILMA (só da “era” Dilma, não incluí os feitos do Lula):

Brasil sem Miséria: Retirou 16,4 milhões de brasileiros da pobreza extrema.

Lançamento do Brasil Carinhoso: Somente em outubro, foram repassados R$186,3 milhões a 2,16 milhões de famílias, beneficiando quase 3 milhões de crianças de 0 a 6 anos.

09 anos de Bolsa Família: Foram transferidos R$17,3 bilhão aos beneficiários do Bolsa Família. (Mais de 50 milhões de pessoas foram beneficiadas em 09 anos a um custo de 0,46% do PIB brasileiro)

Em 2012, 96,7% das 15,1 milhões de crianças e jovens beneficiários do Bolsa Família SUPERARAM a frequência escolar EXIGIDA PELO PROGRAMA (agosto/setembro).

Aumento dos empregos no país: até outubro, foram criados 1,7 milhão de postos de trabalho. Somente no governo da presidenta Dilma Rousseff (desde 2010) já foram criados 4 milhões de novos postos. O Brasil registra atualmente o MENOR nível de desemprego da história.

Saúde: Foram realizados mais de 12,3 mil transplantes no SUS, aumento de 12,7% em relação a 2011. Também, aumentou 22% a quantidade de doadores de órgãos (ponto para o povo).

Minha Casa, Minha Vida: Mais de 970 mil moradias entregues em 2012.

Crédito em expansão: Nos últimos 12 meses, a taxa média de juros caiu 10,2%.

Redução da tarifa de energia: Consumidores passam a pagar contas de luz 16,2% mais baratas. Para as indústrias, a tarifa vai variar de 12% a 28%, dependendo da tensão elétrica utilizada. A média deve ficar em 20% de redução. (Sou prova viva disso aí, aqui em casa já veio com a redução).

Ampliação do Pronatec: O Programa Nacional de acesso ao Ensino Técnico e Emprego já ofereceu 2,5 milhões de vagas para jovens e trabalhadores em cursos profissionalizantes.

Cientistas para o mundo: Mais de 20 mil estudantes foram beneficiados em 2012 com bolsas de estudos do programa Ciência sem Fronteiras. (um amigo meu está indo para a Itália por meio desse projeto).

Mais Educação: Crescimento de 127% no número de escolas do ensino fundamental que aderiram ao programa Mais Educação, oferecendo atividades educacionais no contraturno.

Meio ambiente: O desmatamento da Amazônia continua em queda: 27% menor em comparação com o ano anterior.

Modernizações dos aeroportos: Estão em andamento 31 ações em 13 aeroportos: Brasília, Belo horizonte, Campinas, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Recife, Salvador, Guarulhos/SP, São Gonçalo do Amarante/RN e Galeão/Rj. Os investimentos já somam R$7,35 bilhões.

Infraestrutura: 38,5% das obras e ações de grande complexidade do PAC2 foram concluídas, um investimento de R$272,7 bilhões executados em 2011 e 2012.

Copa do Mundo: Dois novos estádios foram inaugurados em 2012 e outros serão entregues em 2013.

Lançamento do Plano Brasil Medalhas 2016: Apoio aos 200 atletas olímpicos e paraolímpicos brasileiros classificados entre os 20 melhores do mundo em suas modalidades, para preparação dos jogos olímpicos do Rio em 2016.

E ainda refresco a memória de quem tem empregada doméstica, sim, EMPREGADA doméstica, não mais ESCRAVA doméstica. Heheheh

Vale lembrar que, quando o Lula se tornou presidente, o salário mínimo era R$200,00...


E já que toquei no nome do ex-presidente, antes do governo dele nunca tivemos reservas internacionais suficientes para enfrentar crises. Luís Inácio (de alcunha Lula, que virou nome) da Silva, mandou o Banco Central começar a acumular os 200 bilhões de reservas, que salvou o dorminhoco da crise de 2008. Opa! salvou o Brasil (que não é nada dorminhoco). 


Ao criar essas reservas de 200 bilhões, Lula bateu de frente com vários especialistas, inclusive economistas do PT. E eu acho que a crise americana de 2008 veio a calhar para provar a tese de que as reservas são necessárias. Nunca mais recorremos ao FMI.

Cara, não ver os acertos é coisa de tolo! É lógico que eu quero protestos, quero manifestações, mas eu cansei desse discurso neoliberal, dessa gente que só reclama, desse falso povo que não toma a frente e dá um basta, o ponto, então, é uma REFORMA POLÍTICA, mas falar em impeachment é coisa de estapafúrdios. 


Eu cansei desse pessoal que está fazendo os protestos parecerem vazios! 

O Brasil (vulgo “dorminhoco”, apelido dado pelos reacinhas que nada fazem, a não ser gritar: “não é só pelos vinte centavos e os meus argumentos são apenas esses”) mudou e quer continuar mudando! 

Ninguém quer a volta da recessão, das privatizações, do desemprego, da miséria, etc. 

Eu quero os protestos, mas aqueles que farão o Brasil caminhar para um futuro melhor, quero manifestação que tenha lógica, que tenha organização, que exija de verdade, não quero ver arruaça.

Não adianta ferrar com a Copa do Mundo agora, isso era para ser feito antes da escolha do país sede (agora a gente tinha mais é que tirar lucro com os turistas heheheh no). Mas só reclamam que estádio não é escola nem hospital... Criatura, o governo que mais criou universidades públicas foi o do PT, não sou ignorante para negar isso. O Mais Educação está funcionando direto. Nunca na história do país os setores superior e técnico tiveram melhores condições. 


O SUS, na teoria, é o melhor sistema de saúde do mundo e isso não sou eu quem está dizendo, o problema do SUS não está no Planalto, está nos GESTORES DE SAÚDE PÚBLICA! 

Cara, é o primeiro governo que melhora a distribuição de renda neste país. 

São programas sociais criticados pela direita e pelos reaças, que dizem: "programa social é dar dinheiro para vagabundo que não quer trabalhar." Criaram cotas nas universidades públicas, o que eu acho justo (a discriminação ainda existe, vamos manifestar sobre isso!!!). 

Nós possuímos um governo que procura melhorar as condições de vida do país e garantir seu desenvolvimento econômico e social. Só que nunca um governo foi tão apedrejado...

Tem que jogar pedra nos cabeças das burradas, não é só a Dilma que tem poder no país, tem gente que tem muito mais. Vamos gritar contra a cura gay, contra a PEC 37. Tem que protestar contra isso! Contra o transporte caro! Mas não ficar gritando “fora Dilma” e jogando pedra apenas nela! 


Esses "manifestantes" querem "mudar tudo" (oohhh), mas o tudo deles não tem a ver com mais democracia, com o transporte público como direito, com repulsa à violência. A galera não está gritando contra os “mensaleiros” (e isso um próprio integrante do MPL confirmou), nem contra a inflação, nem contra as políticas sociais de transferência de renda. 

São um bando de neoliberais, que dizem não ter partido, mas vibram com a 
possibilidade de tirar a Dilma da presidência. Esses protestos, em suas essências, não tinham nada a ver com um “fora Dilma!”. Está faltando organização: onde e sobre o que protestar. 

Os neoliberais estão assistindo, aplaudindo e fazendo cálculos eleitorais para as próximas eleições e os bobocas, QUE ESTÃO DORMINDO, não percebem a merda que fazem. 

Essas manifestações não podem deixar de serem protestos e se tornarem bagunça. 

E é isso.

(Laís Grass Possebon)

Nenhum comentário: