Frases para não se esquecer!

"O que ameaça a Democracia é a fome, é a miséria, é a doença dos que não tem recursos para enfrentá-la. Esses são os males que podem ameaçar a Democracia, mas nunca o povo na praça pública no uso dos seus direitos legítimos e democráticos.". - Presidente João Goulart, em 11/03/1964.

Joseph Pulitzer: "Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma."

"O sigilo não oferecerá nunca mais guarida ao desrespeito aos direitos humanos no Brasil"

(Presidenta Dilma Rousseff, ao sancionar a criação da Comissão da Verdade)

Emiliano Zapata: “Mais vale, homens do Sul, morrer de pé que viver de joelhos!”

sábado, 21 de setembro de 2013

Vendas de materiais de construção crescem 8,2% em Agosto!

Vendas de materiais de construção crescem 8,2% em agosto


18/09/2013 - 11h45 - da Agência Brasil
São Paulo – As vendas de materiais de construção em agosto deste ano cresceram 8,2% em relação a julho, segundo levantamento divulgado hoje (18) pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). Na comparação com agosto do ano passado, o crescimento foi 3,2%.
No período de janeiro a agosto deste ano, também foi registrado crescimento de 3,6% no setor, em comparação com o mesmo período de 2012.
Segundo a Abramat, o acumulado das vendas nos oito primeiros meses está abaixo da previsão para o fechamento do ano, que aponta uma expectativa de crescimento de 4% em relação a 2012.
Em nota, a associação diz que para o setor atingir essa meta precisará de novos estímulos do governo federal, como a ampliação do prazo de desoneração do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), a manutenção dos níveis de emprego, renda e crédito e a aceleração do ritmo das obras de infraestrutura.
De acordo com o balanço, o nível de emprego na indústria de materiais de construção ficou praticamente estável em agosto deste ano em relação a julho, crescendo 0,1%. Em comparação a agosto de 2012, houve alta de 0,7%.
Edição: Graça Adjuto
Link:

Nenhum comentário: